Lucille Ball : O Retrato da Mulher Forte nos Anos 50

Dona de Produtora. Bancou o início de uma das maiores franquias do cinema. Protagonizou um dos mais queridos seriados da história da Tv

14/11/2016 21:23 Por Marcus Pacheco
Lucille Ball : O Retrato da Mulher Forte nos Anos 50

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

 

Lucille Désirée Ball, mais conhecida como Lucille Ball, voltou aos holofotes dos lançamentos em home vídeo no Brasil com dois filmes maravilhosos: "Lua de Mel Agitada" e "Os Seus, os Meus, os Nossos".

Mas quem era esta mulher forte dos anos 50?

Ela foi uma famosa atriz e empresária norte americana, lembrada pelo público devido às suas inúmeras participações em filmes e principalmente no seriado cômico "I Love Lucy" [1951 a 1957], o qual foi exibido durante muitos anos no Brasil. 

De Jamestown para o mundo

Ela deixou a escola aos 15 anos e tentou, sem sucesso, entrar na escola de teatro em Nova York com a intenção de se tornar uma atriz.  Enquanto procurava trabalhos como modelo ou em shows na Broadway, ela se tornou garçonete. Sua determinação levou a ser escolhida como modelo para os cigarros Chesterfield em 1933. Seu rosto tornou-se conhecido, chamando a atenção em Hollywood.

Lucille começou com participações em pequenos papéis em filmes de baixo orçamento, mas o seu sucesso inicial possibilitou ela de conseguir trabalhos melhores, chegando a aparecer em mais de 60 filmes no final dos anos 1940. 

Desi Arnaz

Depois de algumas produções, ela se casou com Desi Arnaz, um cubano que também era do meio artístico, e trabalhavam perto constantemente. Só que depois de casar, se distanciaram devido a agendas e com isto decidiram se aproximar mais fazendo filmes juntos. Ele também era conhecido por ser infiel e ela se tornava capacho dele (apesar de ser uma mulher forte fora da relação).

Então ofereceram à Lucille Ball uma própria série de TV em 1950, mas ela recusou, a menos que seu marido Desi Arnaz pudesse ser a co-estrela da produção. A produtora concordou e a televisão acabou sendo um acerto para o casal. Eles fundaram a produtora "Desilu" (Desi + Lucille), com participação ativa de Arnaz, um executivo nato.  Veio a segunda gravidez e o filho virou evento. Trabalhou grávida (um marco para a Tv na época) e o nascimento foi a notícia do ano.

"I Love Lucy" ganhou mais de 200 prêmios, cinco Emmys e o respeito e adoração do país. Depois de 179 episódios de "I Love Lucy", Ball e Arnaz decidiram encerrá-lo para iniciar um novo projeto. Na sequência começaram a gravar outro programa, chamado "The Lucy-Desi Comedy Hour", que não demandava o mesmo tempo e atenção de seus trabalhos anteriores, permitindo desta forma que Desi Arnaz fosse capaz de dedicar mais em casa trabalhando com a produtora Desilu.

Star Trek

No final dos anos 50 a Desilu se tornou uma empresa forte no mercado produzindo produtos de sucesso. Passados alguns anos, veio divórcio. Arnaz caiu na bebida e raramente era visto em público novamente, Lucille Ball pegou um empréstimo de US$ 3 milhões e comprou a metade da Desilu de seu ex-marido, sendo então a única proprietária. A Desilu era a maior em produção televisiva, tornando Lucille a primeira mulher na história de Hollywood a deter tanto poder.

E depois destes turbilhões, projetos interessantes começaram a pipocar em sua mesa, sendo um deles fundamental para a vida de muitos fãs vindouros. O produtor Herbert Solow apresentou uma ideia interessante, criada por Gene Roddenberry. Lucille acreditou no potencial da história e decidiu produzi-la e apresentá-la à NBC. Porém a emissora não aprovou o piloto The Cage, afirmando que era "muito cabeça". Para sorte de Roddenberg, Lucille estava ao seu lado. Ela insistiu e um novo protagonista foi contratado. O que veio a seguir é história...

The Show Must Go On

Após grandes filmes realizados, parceira com Bob Hope entre outros projetos, a Desilu comprou seu antigo empregador: RKO Studios. Mas em 1967 Lucille Ball vendeu a Desilu para a Gulf & Western por US $ 17 milhões. No ano seguinte casou-se com o ex-comediante Gary Morton.  A partir daí os holofotes começaram lentamente a se apagar para ela. Poucos convites para Tv, tentativas fracassadas de retorno de Lucy,

This Is the End

Sua última vez no palco foi no Oscar em 1989. Meses depois ela fez uma cirurgia cardíaca, sofrendo ruptura da aorta. Conseguiu um transplante, mas um outro rompimento foi fatal.  Partiu aos 77 anos. Desi Arnaz faleceu de câncer 3 anos antes. Aliás, todo elenco principal de "I Love Lucy" já está reunido no paraíso dos filmes e Tv shows.

 

"O segredo para permanecer jovem é viver honestamente, comer devagar e mentir sobre a idade."

Lucille Ball

 

A Obras primas do cinema lançou dois dos seus grandes momentos. Duas marcantes produções envolvendo plots conhecidos: Família numerosa e Férias num trailer. Os filmes são tão bons que me motivaram a fazer publicações futuras sobre estes dois temas. Vejam abaixo as principais características dos filmes:

Lua de Mel Agitada (The Long, Long Trailer, 1953, 96 min.)
Casal resolve fazer uma lua-de-mel diferente e sai pelas estradas num trailer. Como o marido teria sempre de viajar, a noiva não se conforma e resolve viver sua vida dentro de um trailer, ao lado do marido. Eles seguem viagem para o Colorado e muitos imprevistos irão acontecer.(Idioma: Inglês / Legendas: Português - Inglês/ Formato: 1.37:1).
Um dos mais divertidos filmes sobre férias num trailer já feitos. Imperdível.

 

 

 

 

Os Seus, Os Meus, Os Nossos (Yours, Mine and Ours, 1968, 111 min.)
Helen (Lucille Ball), uma viúva com dez filhos, casa-se com Frank (Henry Fonda), também viúvo, pai de oito. Desafios não faltam para a nova família: encontrar uma casa confortável para todos, preparar dezoito lanches diariamente, lidar com a ida de um dos meninos para a guerra e outras surpresas mais...(Idioma: Inglês / Legendas: Português - Inglês / Formato: 1.33:1).
Refilmado em 2005 com Dennis Quaid no papel que foi de Henry Fonda.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Marcus Pacheco

Marcus Pacheco

Marcus V. Pacheco é jornalista, formado na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Cinéfilo, Editor de site, Colecionador e Escritor. Marcus já realizou vários curtas metragens e um longa chamado "O último homem da terra (2001)", baseado no conto de Richard Matheson. Escreveu também 30 e-books sendo 29 sobre cinema e um de ficção que está em fase inicial para publicação. Criador e editor do site "Tudo sobre seu filme (http://www.tudosobreseufilme.com.br/)" onde publica críticas, listas, aulas de cinema e curiosidades do mundo da 7ª arte há 4 anos, além de realizar entrevistas com atores, diretores, críticos e colecionadores do mundo todo.

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro
30 fotos grátis na 1a compra BF3